segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Giugliano in campania

Projeto Erasmus+

“Be Healthy, Be Natural, Be Smart“

Giugliano in campania -10 a 16 de janeiro



Giugliano in Campania é uma comuna italiana da região da Campania, província de Nápoles, com cerca de 48.354 habitantes. Estende-se por uma área de 94 km², tendo uma densidade populacional de 971 hab/km². Faz fronteira com Nápoles, Melito di Napoli, Pozzuoli, Villaricca, Aversa, Casal di Principe e Castel Volturno.



Para a viagem:
Não esquecer:
- Passaporte, Bilhete de Identidade ou Cartão do Cidadão;
- Cartão de Saúde (ADSE, Seguro de Saúde, Cartão Europeu de Saúde, etc.);
- Artigos de higiene pessoal;
- Medicação necessária;
- Pastilhas elásticas (para quando da descolagem e da aterragem);
-Condições climatéricas:

Bagagem de mão:
Atenção à tua bagagem – deve ser fácil de transportar!
… e atenção ao que não podes levar na cabine:
·        -  corta-unhas
·        -  limas
·        -  canivetes
·        -  tesouras
·         - facas ou objectos cortantes
·        -  sprays
·        -  isqueiros
·        .  ferramentas
·        .  líquidos salvo os contidos em recipientes individuais de capacidade não superior a 100 mililitros ou equivalente (100g / 3 Oz), acondicionados num saco de plástico fechado, transparente e que possa ser aberto e fechado de novo, de capacidade não superior a 1 litro (por passageiro) e nestes itens incluem-se: pastas; loções; misturas líquidas/sólidas; conteúdos de embalagens pressurizadas (pastas de dentes, gel de cabelo, águas e outras bebidas, sopas, xaropes, perfumes, espumas de barbear e outros artigos de consistência semelhante).
·         O saco de plástico deve ser apresentado separadamente no controlo de segurança.
Excepção:
·         Todos os medicamentos que se encontrem em estado líquido, prescritos por um médico ou de venda livre, mediante a apresentação dum atestado ou declaração médica, e que não possam ser transportados na bagagem de porão.
  

Sobre o povo italiano…

Música
A Itália tem uma rica tradição musical, pois foi um dos principais berços da ópera, com destaque para compositores como Rossini, Puccini e Verdi. Atualmente a música pop italiana e o estilo romântico italiano fazem muito sucesso dentro e fora do país.

Arte

A Itália é repleta de museus de arte. As artes romanas e renascentistas destacam-se no país. Podemos dizer que a arte italiana influenciou vários artistas e estilos artísticos durante a história.

Culinária

A culinária italiana é famosa e está espalha pelos quatros cantos do mundo. Os pratos típicos são as massas como, por exemplo, ravióli, capeletti, canelone e lasanha. A pizza é também uma marca registrada da culinária italiana. Os molhos, principalmente os que usam o tomate enriquecem o sabor de outros pratos.

O futebol

O futebol, chamado cálcio na Itália, é o principal desporto do país. Os italianos são considerados tapoiantes apaixonados e os jogos costumam encher os estádios.

Cinema

O cinema é muito valorizado na Itália, que já produziu filmes que ganharam vários prêmios internacionais. O principal género do cinema italiano é a comédia. Os anos dourados do cinema italiano foram entre as décadas de 1950 e 1980. Neste período, podemos destacar cineastas como, por exemplo, Vittorio De Sica, Federico Fellini, Sergio Leone, Michelangelo Antonioni e Dario Argento.

Religião

A Itália é um país composto por maioria católica. Grande parte dos italianos é praticante da religião católica. As igrejas são encontradas em grande quantidade nas cidades.

Moda

Outro forte aspeto da cultura italiana é a moda. O país é considerado um dos principais polos de produção de moda do mundo com destaque para a cidade de Milão. A Vogue Itália é considerada uma das principais revistas de moda da atualidade. Podemos destacar estilistas italianos famosos como, por exemplo, Giorgio Armani, Versace, Gucci, Valentino entre outros.

Outra curiosidade…

O povo italiano é conhecido por ser alegre, divertido e comunicativo. Gostam muito de dançar, cantar, conversar e fazer festas. Falam alto, geralmente gesticulando com as mãos, e adoram reunir a família para os tradicionais almoços de domingo.

Curiosidades mais específicas (Nápoles) …

É conhecida pela sua história, cultura, arquitetura, arte, música e gastronomia.
Situa-se entre duas importantes áreas vulcânicas:
·         O monte Vesúvio
·         Campi Flegrei, o supervulcão adormecido no golfo de Pozzuoli.

Nápoles também é conhecida por ser caótica! Nesta região há muita pobreza, crime organizado e desemprego. Porém, a mesma também apresenta paisagens magníficas, uma gastronomia fantástica, história e cultura!



À beira de uma baía, apresenta-se o Vesúvio de lado e as ilhas de Capri, Ischia e Procida à frente. Pompeia e Herculano, apresentam umas das mais belas ruínas romanas de toda a Itália.




Durante inúmeros séculos, Nápoles dominou todo o território do sul de Itália. A História da região da Campânia está associada aos Etruscos e Gregos, civilizações testemunhadas pelas gigantescas ruínas de Paestum.
Fundada no século IX a.C., como uma colónia da Grécia Antiga, é uma das mais velhas cidades de todo o Mundo. Como um microcosmos da História europeia, Nápoles viu surgirem e desaparecerem diversas civilizações, cada qual deixando vestígios na sua herança artística e arquitetónica.
O centro histórico de Nápoles é dos maiores da Europa, em termos de área: 1700 hectares, classificados pela Unesco como Património Mundial. Ao longo da História, foi a capital de ducados, reinos e de um império, assim como um importantíssimo centro cultural, especialmente durante o período da Renascença e do século XVII ao XIX.
De 1282 a 1816, foi a capital do Reino de Nápoles; após essa data, uniu-se à Sicília, tornando-se a capital das Duas Sicílias, até à unificação da Itália, em 1861.
Nos seus limites administrativos, Nápoles possui cerca de um milhão de habitantes, sendo considerada a cidade mais densamente povoada de Itália.
Foi bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial, depois foi reconstruída.
Esta cidade é também sinónimo popular de piza, que teve aí a sua origem, e de música romântica, pois foi aqui que o bandolim e um tipo muito característico de melodia forma criados.




O que visitar em Nápoles?
De acordo com sites turísticos os sítios que são fantásticos para visitar em Nápoles são:
·         Duomo
·         Monte della Misericordia
·         Sansevero
·         San Lorenzo Maggiore
·         Santa Chiara
·         Gesù Nuovo
·         Museo Archeologico
·         Galleria Umberto
·         Palazzo Reale
·         Castel dell’Ovo
·         Pompeia








Moeda: Euro

Idioma: Italiano

Diferença horária: UTC/GMT + 1 hora

Clima
Nápoles tem um clima tipicamente mediterrânico, com Invernos moderados e chuvosos e Verões quentes e secos, porém sempre refrescados pela brisa marítima que raramente falta no seu golfo. O sol brilha, em média, 250 dias por ano.



A bandeira de Itália:






Sem comentários:

Enviar um comentário