quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Concerto em Katerini

A minha viagem à Grécia


Primeiro saí de casa com toda a gente a desejar-me boa viagem e que corresse tudo bem. Cheguei ao aeroporto e encontrei-me com o resto das pessoas, os pais a falarem, e nós a conversarmos ou jogarmos.
Quando as professoras chegaram, despedimo-nos dos nossos pais, rumo a uma grande aventura. Fizemos o check-in e seguimos de viagem rumo a Zurique, na Suíça.
À chegada a Zurique, tínhamos de aguardar 10 horas para apanhar o avião até à Grécia. Ficámos um bocado no aeroporto a fazer vídeos e a jogar às cartas, enquanto esperamos que as professoras decidissem o que fazer!
Em Zurique moravam os tios de uma das colegas que foi na viagem. Através deles, conhecemos muitas coisas em Zurique, passeamos, almoçamos num miradouro que dava para ver toda a cidade, e andámos de metro! O metro de Zurique tinha dois andares e andava quase sempre fora dos túneis, o que era fantástico. Passadas 10 horas, despedimo-nos deles e agradecemos toda a disponibilidade dos tios “emprestados”.
Seguimos viagem rumo à Grécia, com a esperança de fazer novos amigos e conhecer pessoas novas. A viagem foi de mais ou menos 3horas, e quando chegámos estavam as professoras italianas, e gregas que tinham ido para nos receber. Ainda no autocarro, estávamos muito cansados, e só chegámos ao hotel passado uma hora e tal.
À chegada ao hotel fomos logo comer. Quando acabámos, tivemos uma pequena reunião com as professoras, sobre quem ia ficar com quem nos quartos e de  como nos devíamos portar.
Acabada a reunião, fomos para os quartos, os quais tinham varandas ligadas entre si, e onde se podia apanhar ar fresco. Depois de arrumarmos tudo, fomos ver o hotel: tinha piscina; ginásio; sala de jogos, ping pong etc…
1º Dia
Continuámos no hotel, porque ainda não era segunda-feira, e foi nesse dia que começámos a falar mais com os italianos. O nosso grande ponto de encontro era a mesa de snooker, com jogos a toda a hora, adorávamos aquilo. Ainda de manhã, fomos passear nas ruas cheias de lojas, comprámos ímanes como recordação, lembranças, e ainda ganhámos um urso, a que chamamos de Dionísios. Tirámos imensas várias fotos, no primeiro dia foram logo 300 fotografias. No grupo do wattsapp da Grécia não paravam de aparecer imagens, o que por um lado era bom porque tínhamos ali todas as fotos que quiséssemos recordar, mas por outro lado, era um bocado irritante, porque numa hora eram logo 100 fotos.
Almoçámos num kebab que havia ali perto, fomos para o hotel e andávamos sempre com o Dionísios para todo o lado, até os senhores/as do bar e da receção ficavam a olhar para nós, até metiam talheres para ele só na brincadeira, e nessa noite chegaram os/as Checo(a)s. Ficávamos sempre acordados, até pelo menos à uma da manhã (eu e mais duas pessoas), a jogar “Five Night At António”. A parte do António, era que ele assustava muito bem, por isso nós apagávamos as luzes e fechávamos os olhos, e ele andava pelo quarto a assustar-nos, isto todos os dias, foi super fixe!
2º dia
Começámos por ir conhecer o diretor da escola, depois fomos conhecer a escola grega onde íamos ensaiar durante aqueles dias até ao espetáculo. A escola dividia-se em três: o infantário, a escola primária, e a escola preparatória. De seguida fomos conhecer o espaço onde iríamos ensaiar, fomos recebidos com duas canções gregas, e de seguida recebemos uns cartõezinhos a dizer o nosso nome para nos conseguirem identificar.
Fomos à cantina da escola onde almoçávamos  todos os dias e de seguida o coro foi conhecer a professora e ensaiar, o mesmo que a orquestra. Os ensaios normalmente acabavam às 16 horas. Fomos todos para o autocarro e, à chegada do hotel, fomos arrumar as nossas coisas ao quarto e fomos jogar snooker os italianos.
3º Dia
De manhã havia pessoas que faziam partidas telefónicas a dizer “Wake up service” esta frase servia para acordarmos e irmos tomar o pequeno-almoço… só que uma coisa é às 8horas e outra é às 7horas!
Depois do pequeno-almoço, fomos visitar a Câmara Municipal de Katerini, onde conhecemos a Presidente, e ela pôs-nos a par de tudo.
Fomos outra vez de viagem para a escola onde almoçámos na cantina, e em seguida fomos ensaiar, as tardes eram quase sempre ensaiar e as manhãs é que variavam de dia para dia! Fomos para o hotel onde pedimos às nossas professoras para ir à piscina, a água era gelada como o banho mas foi divertido.
4º Dia
De manhã ficámos no hotel, o meu pequeno-almoço era sempre croissants com nutela, o meu e dos meus colegas de quarto, sem esquecer o Dionísios!
À tarde fomos ensaiar na escola já com a orquestra, porque no dia seguinte iria ser o concerto!!! Voltámos para o hotel, onde não fomos à piscina, mas jogámos snooker.
5º DIA
Neste dia logo de manhã fomos ensaiar, não para a escola mas sim já para o sítio do espetáculo, pois nesse dia seria o concerto e tínhamos de estar preparados. Almoçámos na cantina e para descansar para o espetáculo fomos à tarde para o hotel para estarmos prontinhos!
Às 19 horas fomos para o teatro e ensaiámos algumas vezes! Às 16horas e 30minutos começou o espetáculo (acho eu).
As senhoras estavam a discursar e a explicar o projeto. Só começámos a cantar às 19horas e 30minutos.
O espetáculo correu lindamente, cantámos também e ninguém da orquestra se enganou (pelo menos que se pudesse ouvir), quando o espetáculo acabou, fomos lá para fora gritar e tirar fotografias, foi fantástico.
Nessa noite deixaram-nos ficar acordados até mais tarde e jogar bastante mas como sempre tínhamos de ir para a cama, nesse dia (e em todos!), fizemos bastantes partidas telefónicas, e alguns fizeram uma espécie de festa de pijama!
6º Dia.
Nesse dia de manhã fizemos o que quiséssemos, mas à tarde fomos a um centro comercial comprar várias coisas, andámos sozinhos mas tínhamos um ponto se encontro e a essa hora tínhamos de lá estar!
Quando saímos, deparámo-nos com a saída dos italianos que foram para o aeroporto, ficaram todos com saudades e alguns a chorar, pois tínhamos passado uma semana muito boa.
Fomos para o hotel, sabendo que no dia seguinte iriamos ser nós as “vítimas”. Ficámos a jogar até mais tarde com os checos, pois seria a nossa última noite! Tomámos banho e arrumámos as nossas malas. Alguns dormiram mas nós não, ficámos acordados. O problema é que às duas da manhã caímos para o lado, sabendo que às 4 da manhã teríamos de acordar, íamos chegar atrasados porque não ouvíamos a bater à porta, mas depois lá acordámos e despedimo-nos de toda a gente. Entrámos desta vez numa camioneta mais pequenina, onde fomos até ao aeroporto. As professoras como sabiam que não tínhamos dormido não paravam de nos “chatear”, mas lá chegámos ao aeroporto deixando saudades para trás! Fizemos o check-in e preparámo-nos para o próximo voo rumo a Munique, na Alemanha.
A viagem é sempre boa com os mesmos parceiros. No avião comíamos, jogávamos e dormíamos, as viagens eram fixes pois havia pessoas que nunca tinham andado de avião, e esta foi uma oportunidade para essas pessoas. À chegada, saímos do avião e íamos ficar mais 10 horas em Munique, ficámos menos tempo no aeroporto, foi mais rápido.
Fomos até ao metro e estava muito frio. Apanhámos o metro e fomos para o centro de Munique onde vimos os bonecos do relógio Rathaus-Glokenpsiel. Foi muito giro estava lá muita gente, quase que não dava para mexer toda a gente queria ver! Saímos de lá e fomos dar uma volta pela cidade até que à hora de almoço encontrámos um Mc donald’s ali perto e fomos lá comer, todos juntos e na rua da frente havia uma loja que comprámos quase tudo lá, comprámos mesmo muita coisa!
Ainda na cidade, fomos dar mais umas voltas e comemos Pretzels, são muito bons! Infelizmente tivemos de ir para o aeroporto, voltámos a apanhar o metro e fomos fazer o check-in, mais um voo mas desta vez rumo às nossas casas, criámos todos uma ligação mais forte! Esta foi a minha viagem, aprendi a usar muito vocabulário de inglês, a viagem foi inesquecível, simplesmente adorei!!!!!

Ass: Vasco Pires

Sem comentários:

Enviar um comentário